quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Jeanete Mazzieiro, integrante do Diretório Nacional do PMDB Mulher, foi empossada como representante do Fórum de Mulheres do Mercosul no Conselho Naci

Nossa companheira de Minas Gerais, Jeanete Mazzieiro, integrante do Diretório Nacional do PMDB Mulher, foi empossada como representante do Fórum de Mulheres do Mercosul no Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM), no dia 5 de junho, no auditório do Anexo I do Palácio do Planalto em Brasília. Na gestão anterior, Jeanete atuava como suplente da nossa presidenta Maria Elvira Salles Ferreira, que despediu-se do CNDM, após dois mandatos como conselheira titular. A ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres e presidente do CNDM, Nilcéa Freire, deu posse às conselheiras para o biênio 2008/2010. A mesa dos trabalhos foi composta pela ministra Nilcéa Freire, pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Dulci, pela secretária-adjunta da SPM, Teresa Sousa, pelas conselheiras de notório saber Clara Charf e Albertina Costa, pela secretária-executiva do CNDM, Susana Cabral, e pela coordenadora da bancada feminina da Câmara dos Deputados, Sandra Rosado.
Com base no Decreto 6.412, o número de integrantes para esse novo mandato passou de 36 para 40, sendo 16 representantes do Poder Público Federal; três mulheres com notório conhecimento das questões de gênero a serem indicadas pelo novo Pleno do CNDM; e 21 representantes de entidades da sociedade civil, de caráter nacional. A proposta de renovação do CNDM foi resultado de um amplo processo que contou com a participação de todas as conselheiras. A eleição ocorreu no dia 15 de maio e foram eleitas 14 entidades titulares na categoria A (redes e articulações feministas e de defesa dos direitos das mulheres) e 7 entidades titulares na categoria B (organizações de caráter sindical, associativo, profissional ou de classe).
As entidades titulares do CNDM na categoria A são: Fórum Nacional de Mulheres Negras; Articulação de Mulheres Brasileiras; Confederação de Mulheres Brasileiras; Movimento Articulado de Mulheres da Amazônia; Movimento de Mulheres Camponesas; Federação Nacional dos Trabalhadores Domésticos; Rede Nacional Feminista de Saúde; União Brasileira de Mulheres; Fórum de Mulheres do Mercosul; Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica; Rede Economia e Feminismo; Marcha Mundial de Mulheres; Articulação de Ongs de Mulheres Negras Brasileiras; e Liga Brasileira de Lésbicas. A Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil foi eleita como suplente, nesta categoria.
As entidades eleitas do CNDM na categoria B são: Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação; Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira; Central Única dos Trabalhadores; Ordem dos Advogados do Brasil; Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva; Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura; e Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar. Também foram eleitas, como suplentes na categoria B: a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino e a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil.

Nenhum comentário: